Hang Loose Surf Attack 2017 tem sequência em Maresias


Nossolar apresenta Hang Loose Surf Attack 2017 tem sequência em Maresias
PAULISTA DAS CATEGORIAS DE BASE TERÁ A 2ª ETAPA NOS DIAS 22 E 23, INICIANDO
SEQUÊNCIA DE GRANDES EVENTOS DE SURF NA BADALADA PRAIA DO LITORAL NORTE

Depois de uma abertura de temporada em grande estilo, nas ondas de Ubatuba, o Nossolar apresenta Hang Loose Surf Attack tem sequência na Praia de Maresias, em São Sebastião. O Circuito Paulista das categorias de base terá a 2ª etapa nos dias 22 e 23 deste mês, iniciando uma sequência de grandes eventos de surf na badalada praia do Litoral Norte, com a decisão do Circuito da CBSurf, também da nova geração, o Hang Loose Japan Trials, e a segunda fase do Maresia Paulista de Surf Profissional.
Mais do que títulos estaduais, os atletas competem pela tradição do evento, por onde a maior parte dos grandes nomes do surf brasileiro passou. Afinal, o campeonato sub18 está em sua 30ª edição consecutiva, a 23ª com o patrocínio da Hang Loose, sendo um dos mais antigos e com o mesmo patrocinador do Mundo.
Seis dos brasileiros hoje no WCT se “formaram” no Hang Loose Surf Attack, incluindo os campeões mundiais Gabriel Medina e Adriano de Souza. Os dois e também Miguel Pupo, Wiggolly Dantas e Filipe Toledo também ergueram taças neste Circuito, em diversas categorias, antes de chegaram à elite mundial.
“Essa etapa terá um atrativo a mais, porque logo depois teremos a final do Brasileiro e, então, todos os principais nomes do País estarão em ação. Os dois eventos terão a bandeira da Hang Loose, uma marca que está no Paulista há mais de duas décadas ajudando a revelar e formar novos valores do surf. Maresias será o centro das atenções do surf brasileiro nesses dias”, afirma o presidente da Federação Paulista de Surf, Silvio da Silva, o Silvério, lembrando que para a realização das disputas contará com o apoio do Instituto Gabriel Medina (IGM), como retaguarda.
Na etapa inicial do Circuito Paulista, um catarinense e um cearense também participaram da festa nos pódios. Wallace Vasco, de Florianópolis, levou a melhor na categoria júnior (sub18), enquanto que Cauã Costa, de Fortaleza, mas morando no Rio de Janeiro, ergueu a taça na iniciante (sub14). Eduardo Motta, de Guarujá, em grande fase, foi o vencedor da mirim (sub16), Ryan Kainalo, de Ubatuba, faturou na estreante (sub12) e Daniel Duarte, de Bertioga, na petit (sub10).
Outro destaque foi o também catarinense Léo Casal, único a chegar em duas finais, sendo o terceiro da iniciante e quarto da mirim. Já na disputa por cidades, Guarujá marcou mais pontos, deixando os donos da casa em segundo. Além do alto nível técnico nas ondas, o evento conta com vários atrativos nas areias, com brincadeiras nas tendas ao lado do palanque, como ping pong, pebolim, gincanas e de cabo-de-guerra, até de pintura de pranchas.
O Nossolar Construtora apresenta Hang Loose Surf Attack 2017 tem a organização da Federação Paulista de Surf, com patrocínios de Overboard Action Sports Store, Surftrip, Super Tubes e Hot Water. Copatrocínios de Rhyno Foam, CT Wax. Apoios: Governo do Estado de São Paulo, prefeituras de Santos, Guarujá, São Sebastião e Ubatuba, Associação Santos de Surf, Associação de Surf de Guarujá, Associação de Surf de São Sebastião e Associação Ubatuba de Surf. Divulgação: Waves e FMA Notícias.