Gabriel Medina acompanha a abertura do Rip Curl Grom Search 2017 em Florianópolis


Gabriel Medina acompanha a abertura do Rip Curl Grom Search 2017 em Florianópolis

 

 

Maior ídolo do Brasil quando se fala em surf, Gabriel Medina acompanhará a abertura do Rip Curl Grom Search 2017, apresentado por Guaraná Antarctica, na Praia da Joaquina, em Florianópolis/SC, que será disputada no sábado e domingo (28 e 29). O primeiro brasileiro campeão mundial de surf, fez história no tradicional circuito revelador de talentos e voltado para as categorias de base (no máximo 16 anos) e assistirá de perto as finais da etapa direto do palanque, no domingo.

Em 2010, Medina já era pioneiro em conquistas no exterior, ao faturar o título do Rip Curl Grom Search International, na Austrália, competindo contra surfistas de várias partes do Mundo. “É sempre muito legal voltar a esse campeonato, onde eu garanti esse título internacional, representando o Brasil. Eu participei vários anos do Grom Search e quando me destaquei, garanti o meu patrocínio da Rip Curl, que tenho até hoje”, afirma.

“Bom ver a molecada de perto, quem está se destacando. Gosto muito de acompanhar. O Brasil sempre tem grandes talentos surgindo e esse campeonato é super importante. O mais legal é que vários desses competidores estarão no Instituto Gabriel Medina, que vamos inaugurar na terça-feira, em Maresias. Então, vai ser uma emoção a mais”, destaca.

Outro motivo que empolga é pessoal. Sua irmã caçula, Sophia Medina, aparece como um dos destaques femininos no evento. “Ela está seguindo o caminho dela e temos de incentivar sempre. Vai ser bacana se ela for bem. Sempre que posso, estou na água com ela, dando toques”, relata.

Além de assistir as disputas, Gabriel aproveita para prestigiar os seus patrocinadores, Rip Curl (desde que de profissionalizou em 2009), Guaraná Antarctica e Vult Cosmética. “É um momento de reconhecer o que os meus patrocinadores estão fazendo de concreto pelo crescimento do surf”, diz o surfista.

Gabriel inaugura o seu instituto (que também tem a Rip Curl, a Guaraná Antarctica e a Vult como parceiros) na terça-feira (31), na Praia de Maresias. O IGM atenderá, inicialmente, 38 surfistas – 20 deles presentes na disputa em Floripa – oferecendo a mesma estrutura de treinos que hoje Gabriel tem. “Vai ser irado”, reforça.

A relação de Medina com Florianópolis é bem estreita. “Já tive grandes momentos na Joaca”, comenta o surfista, lembrando o título mundial pro júnior, em 2013, na mesma praia que estará no domingo. Também foi na capital catarinense a sua primeira vitória internacional como profissional, na etapa do QS em 2009, na Praia Mole, e completa a lista de conquistas, o QS de Imbituba, em 2011, abrindo caminho para o seu acesso à elite mundial.

“A presença do Gabriel na praia é um grande incentivo para essa nova geração, que sonha em conquistar o seu espaço no esporte. Ele é um grande ídolo e o melhor é que tem uma relação com o Rip Curl Grom Search. Competiu, venceu e representou o Brasil, assim como a maioria dos garotos tem esse objetivo”, afirma o gerente de marketing da Rip Curl, Fernando Gonzalez.

O Rip Curl Grom Search 2017, apresentado por Guaraná Antarctica, conta com quatro categorias, a grommet, com os caçulas com no máximo 12 anos, a iniciante, com surfistas sub14, a mirim e a feminina, ambas com limite de 16 anos, sendo que nessas duas últimas os campeões do ranking garantirão vagas para defender o Brasil na final internacional de 2018. No total, o circuito terá três etapas, com a próxima disputa nos dias 11 e 12 de fevereiro, na Praia de Geribá, em Búzios/RJ, e a final nos dias 11 e 12 de março, na Praia de Maresias, em São Sebastião/SP.

O Rip Curl Grom Search 2017, apresentado por Guaraná Antarctica, tem os patrocínios de lojas Sul Nativo, 900 Graus e Overboard, com apoios de Jandaia, Vult Cosmética, Ocean Travel, Coconut’s Hotel, prefeituras de Florianópolis, Búzios e São Sebastião e Fundação Municipal de Esportes de Florianópolis. Supervisão da Fecasurf, Feserj e FPS, com assessoria da FMA Notícias e cobertura da Hardcore.

CRÉDITO: BASILIO RUY.